PT

ARTIGOS TÉCNICOS E LICITAÇÕES

ARTIGOS TÉCNICOS E
LICITAÇÕES

12/06/2014

Como Surgiram os Portais Detectores de Metais?

Atualmente a aplicação de portais detectores de metais vai desde aeroportos, passando por tribunais e até casas de shows. O primeiro detector de metais tipo portal inventado em 1920 não tinha o intuito de identificar armas, ele foi criado para prevenir furtos.


Detectores de metais manuais foram criados no século 19. Porém somente em 1920 dois cientistas alemães acharam uma forma prática de revistar os funcionários em busca de peças de maquinas roubadas sem ter que revistar um a um. Em pouco tempo eles se deram conta que sua inovação poderia tornar-se uma tendência.


Nos anos vinte, H. Geffchen e H. Richter de Leipzig inventaram o “radio detetive” – hoje em dia conhecido como portal detector de metais – para uma grande indústria de manufatura alemã. Sem nem um contato físico, sua invenção realizava uma “revista efetiva de cada pessoa saindo da fabrica” e determinou “com efetividade e instantaneidade todos os portadores de objetos de caráter metálico”.
Esqueça os detectores de metais manuais que desperdiçavam muito tempo e deixavam brecha para erros. Agora a revista de funcionários é rápida e automática.


Em abril de 1926 a revista “Radio News” ilustrava em sua capa o equipamento, e anunciava, “Oscilador de Radio Detecta Furtos”. A revista explicava que os trabalhadores passavam individualmente pelo equipamento enquanto o operador utilizava um fone de ouvido ligado ao equipamento para escutar o alarme do detector de metais.


Na ilustração que acompanha o artigo, o equipamento ligado ao amplificador que produzia a oscilação na audiofreqüência é demonstrado acima. O operador esta localizado a direita utilizando os fones de ouvido, que era conectado aos dois circuitos abaixo descritos, e emitia mudanças de som, no caso de alguma, enquanto os trabalhadores passavam. O grau de sensibilidade em relação a presença de metais atingida por este equipamento era impressionante.


O autor do artigo percebeu que mesmo partículas de pequenas dimensões eram captadas pelo equipamento alemão:
Mesmo relógios e chaves podiam ser detectados com certa precisão: na pratica o aparelho é ajustado para um pouco menos que o critico, assim pequenas quantidades de metais não causam sinais nos fones de ouvido. Para prevenir a detecção de objetos pessoais dos trabalhadores como, potes de lanche, térmicas e outros estes são depositados em uma mesa instalada logo ao lado do do equipamento. Os funcionários depositam qualquer item metálico sobre a mesa antes de passar pelo equipamento e voltam para buscar após a revista, antes de passar pelo portão principal.


O artigo continua a explicação que se o detector de metais desativado, o operador utiliza um detector de metais manual no indivíduo para determinar se ele esta escondendo algo. Revistas manuais acabaram se tornando coisa do passado com esta tecnologia futurística.


Se o portal detector de metais identificava a presença de uma quantidade de metais maior que a permitida em um passante, este provavelmente iria ser revistado com mais calma. Uma pequena bobina de busca “detector de metais manual” era utilizada com este objetivo e utilizava um princípio de funcionamento similar ao portal. Através do movimento da pequena bobina pelo corpo da pessoa revistada, a localização da peça metálica era determinada com precisão no momento. Este detector de metais auxiliar era tão sensível que poderia detectar não somente moedas nos bolsos, mas também um alfinete na gravata ou restaurações metálicas nos dentes; e tudo isto sem nem ao menos entrar em contato com a pessoa revistada.


Porém não é a primeira vez que trabalhadores suspeitos induziram a utilização de equipamentos tecnológicos para inspecionar a saída de uma indústria. Em 1919 uma mineradora de diamantes africana iniciou a utilização de um equipamento raio-x para revistar seus empregados em busca de diamantes escondidos nas cavidades de seus corpos ou dentro de corte feitos de propósito.


Portanto eu imagino que a próxima vez que você passar por um aeroporto, e a revista aparentar ser um pouco intrusiva a você, definitivamente não é pior do que na Alemanha em 1920 ou na áfrica do sul em 1910. Acredite, houve uma grande melhora daqueles dias para cá.

Conheça nossa linha de portais detectores de metais PDM GD8

Fonte:

http://www.gizmodo.com.au/2013/06/walk-through-metal-detectors-were-invented-to-catch-thieving-employees/

Compartilhe:

Galeria de Imagens